A boa influencia do cristianismo latino-americano, a Teologia da Libertação, na Palestina

23 de Novembro de 2010


 

“Nós […] tornamo-vos em nações e tribos de modo que possais vos conhecer uns aos outros, não que possais vos desprezar uns aos outros” — Alcorão 49:13.

As igrejas mais antigas da Cristandade, aquelas ainda existentes na Palestina, limpando o nome de Jesus Cristo da má reputação que lhe é sacrilegamente imputada por impostores nazistas que usurpam a sua representação, e dando um imitável exemplo de genuína fé em Deus, como também de adesão aos princípios da teologia da libertação, já aconteceram se manifestar claramente sobre o drama apocalíptico lá vivido por eles: gente mestiça, pobre e crente como a gente. Cristãos do terceiro-mundo (por número, os legítimos herdeiros da igreja de Jesus), escutai e auxiliai aos vossos autênticos correligionários — não a “lobos travestidos de ovelhas”:

 

“O Sionismo Cristão é um movimento teológico e político moderno que abraça as posições ideológicas mais extremas do Sionismo, tornando-se assim prejudicial para uma paz justa na Palestina e em Israel. O programa Sionista-Cristão proporciona uma visão de mundo onde o evangelho é identificado com a ideologia do Império, o colonialismo e o militarismo. Na sua forma extrema, ele confere uma ênfase a eventos apocalípticos que conduzem ao final da história, em vez de ao viver o amor e a justiça de Cristo hoje.

“Rejeitamos categoricamente as doutrinas Sionistas-Cristãs como falso ensinamento que corrompe a mensagem bíblica de amor, justiça e reconciliação. Rejeitamos ainda mais a Aliança contemporânea de líderes e organizações Sionistas-Cristãos com elementos nos governos de Israel e dos Estados Unidos que atualmente estão impondo suas unilaterais fronteiras preventivas e dominação sobre a Palestina. Isto conduz inevitavelmente a intermináveis ciclos de violência que prejudicam a segurança de todos os povos do Médio Oriente e o resto do mundo.” — trecho de “A declaração de Jerusalém sobre o Sionismo Cristão” (emitida em 25 de agosto de 2006 pelo Patriarca e os líderes locais das igrejas em Jerusalém)

 

Original em inglês

http://www.sabeel.org/etemplate.php?id=40 >

Tradução de Ben-Perrusi Martins

https://docs.google.com/viewer?a=v&pid=sites&srcid=ZGVmYXVsdGRvbWFpbnxmb2xsb3dpbmd0aGVvcGVud2F5fGd4OjFiYTVmZWM4ZTk5OTdjMWY

 

 

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: